Sistemas Conectados à Rede

Sistema Fotovoltaico

Um sistema fotovoltaico é constituído por um bloco gerador, um bloco de condicionamento de potência e, opcionalmente, um bloco de armazenamento. O bloco gerador contém os arranjos fotovoltaicos, constituídos por módulos fotovoltaicos em diferentes associações, o cabeamento elétrico que os interliga e a estrutura de suporte. O bloco de condicionamento de potência pode ter conversores c.c-c.c, seguido de ponto de potência máxima, inversores, controladores de carga (se houver armazenamento) e outros dispositivos de proteção, supervisão e controle. Finalmente, o bloco de armazenamento é constituído por acumuladores elétricos (baterias) e/ou outras formas de armazenamento.

Componentes Básicos do sistema Fotovoltaico

Módulo Fotovoltaico

Um módulo fotovoltaico é composto por células fotovoltaicas conectadas em arranjos para produzir tensão e corrente suficientes para utilização prática de energia, ao mesmo tempo que promove a proteção da célula.

O módulo fotovoltaico é o componente unitário do gerador e, dependendo da associação e das características das células, pode ter diferentes valores para tensão e corrente nominal.

Um módulo geralmente é identificado pela sua potência elétrica de pico (Wp), mas um conjunto de características compatíveis com a aplicação específica deve ser observado. A definição da potência de pico de um módulo fotovoltaico é feita nas condições-padrão de ensaio (STC – Standard Test Conditions), considerando irradiância solar de 1.000 W/m2 sob uma distribuição espectral padrão para AM 1,5 e temperatura de célula 25 graus Celsius.

Sistema conectado à rede

O sistema fotovoltaico conectado à rede é basicamente constituído de módulos fotovoltaicos, inversor, cabos, dispositivos de proteção corrente contínua e corrente alternada e sistema de fixação. A medição da energia injetada na rede  é realizada por um medidor bidirecional ou unidirecional (fluxo inverso) que será instalado pela concessionária de acordo com a disponibilidade do equipamento no momento da solicitação do acesso.

Para a conexão à rede é necessário realizar o projeto executivo do sistema através de um engenheiro especializado para realizar a solicitação de acesso à concessionária, conforme resolução 482 Aneel e módulo 3 do Prodist.

Toda documentação incluindo memorial descritivo, projeto elétrico, ART do Engenheiro Responsável e informações da usina são protocoladas na Concessionária de energia e tem um prazo de 30 dias para aprovação. Atualmente o prazo médio para conexão é de aproximadamente 80 dias. A expectativa deste prazo para 2016, com a nova revisão da resolução da microgeração, é de ser reduzida pela metade, tornando cada vez mais acessível para a comunidade.

Ainda tem dúvidas?

Realizamos todas as etapas de projeto, instalação e assessoria juntamente com a concessionária de energia.

Etapas para Liberação do Acesso

Realizamos todas as etapas de projeto, instalação e assessoria juntamente com a concessionária de energia.